Neymar Júnior, ou simplesmente Neymar, é o atual capitão da seleção brasileira de futebol aos 24 anos de idade, e um dos atacantes do time espanhol Barcelona. Filho de um mecânico e de uma dona de casa, ele nasceu em Mogi das Cruzes (São Paulo), e começou a sua carreira nas categorias de base da Portuguesa Santista aos 6 anos de idade.

 

Em 2003, foi transferido para o Santos, onde passou a integrar o time principal aos 17 anos de idade. Já na estreia, foi apontado como a revelação do Campeonato Paulista. No ano seguinte, foi o artilheiro da Copa do Brasil (com 11 gols) e o melhor jogador do Campeonato Paulista (42 gols).

 

Aos 19 anos, Neymar recebeu o Prêmio de Futebolista Sul-Americano do Ano de 2011, e ficou na décima posição na lista de Melhor Jogador do Mundo – apesar disso, levou o Prêmio Puskás de Gol do Ano pelo gol marcado na disputa do Santos contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro.

 

Ele também foi peça fundamental na conquista do Santos pela Libertadores, a qual lhe deu direito de participar da Copa Mundial de Clubes. Foi nesse momento, com a vitória da Recopa de 2012, que ele começou a ser sondado pelo Barcelona, culminado na assinatura de contrato com o clube espanhol.

 

Transferência para o Barcelona

Logo de imediato, ajudou o seu time a vencer a Supercopa da Espanha, e alcançou a glória ao vencer a Campeonato Espanhol, a Copa do Rei e a Liga dos Campeões da UEFA entre 2014 e 2015. Hoje, sua parceria com os jogadores Lionel Messi e Luis Suárez é internacionalmente respeitada e ganhou o título de trio MSN – em 363 jogos, Neymar marcou 219 gols e assistiu outros 106.

 

Neymar é presença constante na Seleção Brasileira, tendo estreado na categoria Sub-17 aos 18 anos, e passado, posteriormente, pela Sub-20 (quando se tornou artilheiro da disputa e garantiu a conquista do título ao time com nove gols), até chegar ao time profissional.

 

Participação na Copa do Mundo de 2014

Sua primeira convocação para o time oficial foi para a Copa das Confederações FIFA de 2013, já vestindo a camisa 10, de onde saiu vitorioso e como o melhor jogador do torneio. Em 2014, participou da sua primeira Copa do Mundo, e foi destaque até sofrer uma lesão em uma vértebra nas quartas-de-final, forçando-o a sair prematuramente da disputa.

 

Ainda assim, foi o terceiro maior goleador da Copa de 2014, com quatro gols marcados, e levou a Chuteira de Bronze como o terceiro maior goleador do evento. Foi também indicado como um dos integrantes do “time dos sonhos”, formado pelos onze melhores jogadores da competição.

 

Atualmente, Neymar é o quinto maior artilheiro da história da Seleção, com 60 gols em 85 jogos, apesar de ter participado de apenas uma Copa do Mundo. Para subir nesta lista, ele terá que enfrentar as marcas lendárias de Pelé, Ronaldo, Romário e Zico.