Bataclan vai reabrir com show de Sting um ano após ataque

A casa de shows Bataclan, em Paris, voltará a abrir as portas no próximo dia 12 de novembro, um dia antes de completar um ano o ataque terrorista que deixou 90 mortos no local, anunciou nesta sexta-feira (04/11) o cantor britânico Sting, responsável pelo show de reabertura da casa.

"Ao reabrir o Bataclan temos duas importantes tarefas. Primeiro, recordar e homenagear aqueles que perderam suas vidas no ataque de um ano atrás e, segundo, celebrar a vida e a música representadas por essa histórica casa de shows", disse Sting, em nota divulgada em seu site oficial. "Esperamos respeitar a memória e o espírito daqueles que se foram. Nós não nos esqueceremos deles."

De acordo com o cantor, que é ex-vocalista da banda The Police, os ingressos começam a ser vendidos na próxima terça-feira, 8 de novembro. A renda arrecadada será doada para as organizações Life For Paris e 13 Novembre: Fraternité Verité, que apoiam vítimas dos ataques na capital francesa.

Jérôme Langlet, presidente da Lagardere Unlimited Live Entertainment, proprietária do Bataclan, disse que o estabelecimento passou por reformas após o atentado, mas grande parte permanece igual. "É o mesmo Bataclan. Optamos por mudar tudo sem alterar nada – mudamos para que não reste nada da noite de terror absoluto, sem alterar a alma e a história do Bataclan", afirmou ele a jornalistas.

Segundo a emissora BFM TV, uma cerimônia em homenagem às vítimas será realizada no dia 13 de novembro, aniversário de um ano do atentado, com a presença de sobreviventes e de integrantes da banda Eagles of Death Metal, que tocava na casa de shows no momento do ataque.

Durante a cerimônia, uma placa será inaugurada em frente ao Bataclan, que permanecerá fechado durante a noite, informou a prefeitura de Paris, citada por agências de notícias internacionais.

A famosa casa de shows parisiense, com capacidade para 1.400 pessoas, conta com 24 concertos programados para os próximos meses, incluindo a banda brasileira Sepultura, em 26 de fevereiro.

O atentado ao Bataclan fez parte de um ataque coordenado em Paris, em 13 de novembro de 2015, que deixou um total de 130 mortos, a maior parte na casa de espetáculos, e mais de 350 feridos.

EK/afp/rtr/ap/efe/ots

De outros Notícias