Cartaz de "Narcos" causa polêmica em Madri

A presidente de uma comissão parlamentar da Espanha exigiu nesta quinta-feira (15/12) a retirada dos cartazes da série Narcos, da Netflix, do centro de Madri. O material publicitário traz uma imagem do ator brasileiro Wagner Moura, que interpreta o narcotraficante Pablo Escobar, e a frase "Oh, branco Natal".

Segundo argumentou a presidente da Comissão-mista para o Estudo dos Problemas das Drogas e deputada do Partido Popular (direita), Carmen Quintanilla, "um traficante de drogas nunca pode ser um herói".

Quintanilla afirmou que não concorda com a publicidade da plataforma de vídeo na internet, que utiliza o termo "Natal branco" para anunciar a série Narcos. Ela recordou que "na gíria da droga, a cocaína é chamada de neve" e sublinhou que "o Natal é branco porque é tempo de encontros, é tempo de paz e é tempo, especialmente, de encontros na intimidade das famílias".

No seu perfil espanhol no Twitter, a Netflix também divulgou o cartaz de Narcos com o tema natalino.

Em sua declaração, a deputada também demonstrou apoio ao governo da Colômbia. Na terça-feira (13/12), a ministra das Relações Exteriores, María Ángela Holguín, que acompanha o presidente Juan Manuel Santos em sua viagem europeia após receber o Nobel da Paz, já tinha pedido a retirada do cartaz situado na Porta do Sol, praça no centro de Madri.

"Sem dúvida, damos o nosso apoio total ao governo da Colômbia, que manifestou à comunidade internacional a sua aposta pela paz e a luta contra o tráfico de drogas", disse a deputada.

TMS/efe/lusa

De outros Notícias