Greve na Lufthansa é estendida para sexta

O sindicato dos pilotos Cockpit anunciou nesta quarta-feira (23/11), em Frankfurt, que a greve da Lufthansa será estendida para sexta-feira, dia em que a paralisação afetará voos de curta duração com origem na Alemanha. Com a decisão, a greve na maior companhia aérea alemã, que começou nesta quarta-feira, chegará a três dias.

Segundo o sindicato, a direção da Lufthansa não apresentou "nenhuma proposta negociável" até o momento. Já a empresa acusou o sindicato de estar mais interessado em acirrar os ânimos do que em encontrar uma solução.

Nesta quarta-feira foram cancelados 876 voos, ou dois terços do total previsto. Na quinta-feira deverão ser anulados outros 912, incluindo 82 de longa duração. Cerca de 215 mil passageiros serão afetados nos dois dias. Os números de sexta-feira ainda não foram divulgados.

Esta é a 14ª greve na atual rodada de negociações entre Lufthansa e Cockpit, que começou em abril de 2014. Os pilotos querem um aumento de 3,7% ao ano, retroativo a 2012, e a empresa oferece 2,5% por um período de seis anos.

AS/dpa/rtr

De outros Notícias