Trudeau exalta parceria entre UE e Canadá

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, elogiou o papel que a União Europeia (UE) desempenha na comunidade internacional durante pronunciamento no Parlamento Europeu em Estrasburgo, nesta quinta-feira (16/02). "O mundo inteiro se beneficia de uma UE forte", afirmou.

No dia anterior, o Parlamento aprovou o Tratado de Livre-Comércio e Investimentos entre a UE e o Canadá (Ceta, na sigla em inglês), que tem como objetivo eliminar tarifas alfandegárias e facilitar o intercâmbio comercial e de investimentos de bens e serviços.

Além de estar em forte contraste com a política do presidente dos EUA, Donald Trump – que retirou seu país do Tratado Transpacífico (TTP), o maior acordo comercial da história, e prometeu renegociar o Nafta, o pacto de livre-comércio com México e Canadá –, o Ceta também demonstra a intenção do governo canadense de se distanciar da dependência em relação a seu vizinho do sul.

Trudeau ressaltou que Canadá e UE devem ocupar um lugar central na economia mundial. "Sabemos que, nos dias atuais, devemos optar por liderar a economia mundial e não apenas nos sujeitarmos a seus caprichos", disse o primeiro-ministro. "O Canadá sabe que uma voz europeia eficaz no cenário mundial não é só preferível, mas também essencial", ressaltou.

O Ceta é alvo de diversas críticas, acusado de beneficiar interesses corporativos em detrimento de fazendeiros e trabalhadores. Muitos temem uma redução dos padrões de qualidade europeus – em parte, devido à natureza sigilosa das negociações – em áreas como legislação trabalhista, direitos dos consumidores e proteção ambiental. Entretanto, o premiê canadense o considera um "modelo para todos os acordos ambiciosos no futuro", uma vez que seu sucesso seja comprovado.

Em Estrasburgo, Trudeau afirmou à imprensa que o Ceta, que entra em vigor em abril, deverá, em poucos meses, começar a ter impacto nas pequenas empresas, trabalhadores e consumidores no Canadá e na UE. "As pessoas vão começar imediatamente a ver os benefícios palpáveis que vêm de acordos comerciais como este", afirmou.

Trudeau esteve no Parlamento Europeu logo após sua visita a Washington, onde se reuniu com Trump para tentat aplacar as diferenças entre os dois governos. Ele disse que acredita ser possível, dentro de "diferentes perspectivas ou mesmo ideologias", encontrar pontos em comum, uma vez que a grande preocupação de Trump é a mesma que deve nortear os governos do Canadá e da Europa: ajudar os cidadãos a perder os receios através da criação de empregos e oportunidades.

RC/lusa/afp/rtr

De outros Notícias