Paris enfrenta pior nível de poluição em uma década

Paris atingiu os mais altos níveis de poluição durante o inverno em uma década, informou nesta quarta-feira (07/12) a organização Airparif, que monitora a qualidade do ar na capital francesa.

Para diminuir o tráfego de veículos e, consequentemente, conter a contaminação atmosférica, autoridades anunciaram o uso gratuito do transporte público e determinaram uma limitação da circulação de carros na cidade, de acordo com a terminação da placa.

O aumento da poluição se deve ao tempo frio combinado com a falta de ventos, disse a organização. "Esse é um período recorde [de poluição] nos últimos dez anos", afirmou Karine Leger, da Airparif, à agência de notícias francesa AFP.

Embora considerado alto para os padrões locais, o nível de partículas inaláveis registrado atualmente em Paris representa cerca de 60% do apresentado em Pequim, na China, e apenas uma fração do nível registrado em Nova Déli, na Índia, considerada a capital mais poluída do mundo. Essas partículas inaláveis, conhecidas como PM10, indicam o grau da poluição atmosférica de uma região.

As autoridades anunciaram que estenderão o rodízio de automóveis até esta quinta-feira, quando carros particulares com placas terminadas em números ímpares não poderão circular entre as 05h30 e a meia-noite.

Esta não é a primeira vez que Paris impõe limitações do tráfego para conter os níveis de poluição na cidade. Medidas semelhantes foram adotadas nos anos de 1997, 2014 e 2015. No entanto, a manutenção do rodízio por três dias consecutivos é inédita.

Para fiscalizar o cumprimento das limitações do tráfego, a polícia instalou na terça-feira mais de uma centena de postos de controle, tanto nos acessos à cidade como dentro de Paris. Mais de 1.700 motoristas já foram multados desde então.

IP/afp/efe

De outros Notícias