Óvulos de 26 mulheres podem ter sido fecundados pelo esperma errado

Um hospital holandês admitiu nesta terça-feira (27/12) que 26 mulheres podem ter recebido esperma errado durante tratamentos de fertilização in vitro (VIT) na instituição. O anúncio foi feito após a constatação de um "erro de procedimento" por parte do laboratório entre meados de abril de 2015 e de novembro de 2016.

O Centro Médico Universitário (CMU) de Utrecht, responsável pelo caso, tenta agora verificar se alguma das pacientes engravidou do homem errado. "O risco é pequeno", assegurou a instituição, que notificou todos os casais envolvidos. Das mulheres que passaram pelo tratamento no período, metade está grávida ou já deu à luz. O erro também afeta alguns embriões congelados.

No intervalo de mais de um ano, o laboratório usou de forma incorreta, na hora da fertilização, um instrumento que poderia conter resquícios de esperma de tratamentos de outros casais. "Durante a fertilização, células de esperma de um casal em tratamento podem ter parado nos óvulos dos outros 26 casais", afirmou o CMU. "Portanto, há uma chance de que os óvulos tenham sido fecundados por espermatozoides diferentes daquele do pai desejado."

A diretoria do hospital lamentou o ocorrido e prometeu fazer o que estiver ao seu alcance para esclarecer o caso o mais rápido possível.

IP/dpa/afp

De outros Notícias