Brasil conquista três bronzes em olimpíada internacional de astronomia

Estudantes brasileiros ganharam três medalhas de bronze e três menções honrosas na 10ª edição da Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica, realizada em Bhubaneswar, no leste da Índia, entre os dias 9 e 19 de dezembro deste ano.

Pela primeira vez no campeonato mundial, o país ganhou uma medalha na competição em equipes. O país foi representado pelos estudantes Gabriel Cawamura, Giancarlo Pereira, Lucas Vilanova, Pedro Seber e Vitor Gomes. Os brasileiros conquistaram o bronze após solucionarem um problema de voo espacial.

Na disputa em equipes, o time da Bulgária venceu o mundial e conquistou o primeiro lugar. O Irã ficou com a prata.

Os estudantes Giancarlo Pereira e Pedro Seber também saíram vitoriosos nas disputas das categorias individual, e receberam uma medalha de bronze cada um. No ranking total, Giancarlo ocupou a 59ª posiçã,o e Pedro, a 65ª. Os outros jovens da equipe brasileira que não receberam medalhas nas disputas individuais ganharam menção honrosa nesta 10ª edição do torneio.

Na categoria individual, o primeiro lugar foi conquistado pelo estudante indiano Ameya Patwardhan. A segunda e terceira posições foram ocupadas, respectivamente, por Zixuan Lin, da China, e Jozef Liptak, da Eslováquia. Ao todo, 243 alunos de 42 países participaram da olimpíada.

Os cinco estudantes brasileiros que representaram o Brasil no mundial são alunos do colégio Etapa de São Paulo (SP) e foram escolhidos entre mais de 100 mil alunos do ensino médio que participaram da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astrofísica deste ano.

A próxima edição da Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica será realizada em novembro de 2017, em Phuket, no sudoeste da Tailândia.

NT/ots

De outros Notícias