A história da cidade de São Paulo

São Paulo é a maior e mais populosa cidade do Brasil. É o motor econômico do país além de ser uma cidade com vasta oferta cultural e passado histórico. Hoje ela é conhecida por ser uma grande área metropolitana, com belíssima arquitetura, trânsito e muita chuva, mas ela esconde um passado muito interessante.

1554

O primeiro europeu a descobrir São Paulo, foi um náufrago marinheiro Português chamado João Ramalho. Contudo, os primeiros a se fixarem na área foram missionários Jesuítas em 1554. Foram eles que construíram o Colégio de São Paulo de Piratininga que na época alojava 12 monges. Foi daqui que os missionários ensinaram os nativos e os converteram ao Cristianismo. Nunca eles imaginaram a importância que São Paulo teria no futuro.

1700

Durante quase 2 séculos, São Paulo pouco mais era que uma vila pequena e isolada dependente daquilo que a terra dava. Contudo, São Paulo era também a única vila afastada do mar, não era fácil construir com uma selva tão densa. As restantes colônias Portuguesas eram todas na costa do país. No século 17 por ser a única vila no interior ela atraiu os bandeirantes que ali se fixaram. Os bandeirantes eram exploradores que iam para a selva à procura de ouro e outras riquezas. Foram eles que começaram a trazer negócio para a pequena vila. O negócio se tornou tão vasto que São Paulo cresceu e se tornou uma pequena cidade. A competição com os Jesuítas era grande. Os bandeirantes queriam tirar deles o controle da cidade e a transformar numa cidade mercantil.  O fato de ouro ter sido descoberto perto da cidade acelerou ainda mais o crescimento de São Paulo.

1800

No início do sec. XIX São Paulo era já uma cidade com grande força. O príncipe regente do Brasil nessa altura era D. Pedro I que reportava ao seu pai o rei da Coroa Portuguesa. Para acalmar a instabilidade que  o Brasil vivia na altura, o príncipe declarou o Brasil independente da coroa Portuguesa e decretou São Paulo uma cidade Imperial onde passou a viver como Imperador D. Pedro I do Brasil. Agora que São Paulo era a capital, o centro do Brasil cresceu ainda mais como cidade. A exportação de café também contribuiu muito para o crescimento da cidade.

1889

Em 1889 o Brasil se tornou uma república. São Paulo continuava a ser um grande produtor de café mas ganhava força no plano político nacional. Os presidentes eleitos do país invariavelmente vinham ou do estado de São Paulo ou de Minas Gerais.

1932

Em 1932, quatro estudantes foram mortos a tiro em São Paulo durante protestos contra o governo da altura. Este acontecimento deu origem a uma revolução chamada de revolução constitucionalista. No final da revolução São Paulo viu 87 dias de luta e 934 mortos. Este acontecimento marcou o final da velha república no Brasil. Hoje, um obelisco em São Paulo assinala a revolução e presta homenagem aos estudantes e a todos os que morrem na revolução.

2015

Desde aí São Paulo amadureceu na cidade que é hoje. Poderosa política e economicamente e mais recentemente também como o local de ponta no setor das tecnologias de inovação.  Se visitar a cidade pode ainda visitar o edifício que deu origem a tudo – o Colégio de São Paulo de Piratininga – que tem visto a cidade crescer desde sempre.